Papa no Angelus: Para vivermos a nossa missão, o que devemos fazer?


Papa Francisco no Angelus de 12/12/2021 (Imagem: VaticanNews)
Papa Francisco no Angelus de 12/12/2021 (Imagem: VaticanNews)

Cada um de nós – não o esqueçamos – é uma missão a ser realizada

[Eduardo Honorato Paulo, 12/12/2021 – Redação CatolicaWeb] Neste Terceiro Domingo do Advento, o Papa Francisco rezou a tradicional oração do Angelus junto com os fiéis reunidos na Praça de São Pedro. Antes da oração o Santo Padre proferiu algumas palavras sobre o Evangelho do dia (Lc 3, 10 – 18). O texto narra o discurso de João às multidões que o procuravam e faziam a pergunta: “o que devemos fazer?”

Francisco nos ensina que o advento é o tempo em que nos preparamos para receber o Senhor e compara com a ocasião em que estamos para receber uma visita de alguém importante. Nos esforçamos para melhor receber esta pessoa fazendo o que for possível para bem recebe-lo. Em outas palavras repetimos a pergunta que era feira a João: o que devemos fazer:

“O que é bom fazer por mim e pelos irmãos? Como posso contribuir para o bem da Igreja, da sociedade? O Tempo do Advento é para isso: parar e perguntar-se como nos preparar para o Natal.”

Ao ouvir a pregação de João, “multidões, publicanos e soldados” fazem a pergunta: “Que devemos fazer?”

Para recebê-la como se deve, vamos limpar a casa, preparar o melhor almoço possível, quem sabe um presente. Enfim, vamos nos preparar. Assim é com o Senhor, a alegria pela sua vinda nos faz dizer: que devemos fazer?

O Papa continua nos dizendo que Deus aumenta o sentido desta pergunta, não limitando este “fazer” a um momento ou apenas uma atitude, mas sim questionando o que devemos fazer com nossas vidas. Ainda segundo Francisco cada vida é uma missão a ser realizada e cabe a nós descobrir o que fazer para realiza-la:

Mas Deus “eleva este questionamento ao nível mais alto: o que fazer da minha vida? Para que sou chamado? O que me realiza?”. E ao nos propor a pergunta inicial, o Evangelho nos recorda que “a vida tem uma missão para nós”: A vida não é sem sentido, não é deixada ao acaso. Não! É um dom que o Senhor nos dá, dizendo-nos: descubra quem és, e trabalhe para realizar o sonho que é a tua vida! “Cada um de nós – não o esqueçamos – é uma missão a ser realizada.” O que é bom fazer por mim e pelos irmãos? Como posso contribuir com isto? Como posso contribuir para o bem da Igreja, o bem da sociedade? O Tempo do Advento é para isso: parar e perguntar-se como nos preparar para o Natal. Estamos ocupados com tantos preparativos, com os presentes e coisas que passam, mas perguntemo-nos o que fazer por Jesus e pelos outros!

O Papa ainda ensina que João respondia de forma diferente a mesma pergunta que recebia, da mesma forma para descobrirmos a missão de nossas vidas, Deus nos responde de formas diferentes, dirige a cada um de seus filhos uma palavra sob medida, específica para cada realidade:

“Isso nos oferece um ensinamento precioso: a fé se encarna na vida concreta. A fé não é uma teoria abstrata, uma teoria generalizada, não! A fé toca a carne e transforma a vida de cada um. Pensemos na concretude de nossa fé. Eu, a minha fé: é algo abstrato ou concreto? Levo-a em frente no serviço aos outros?”

Concluindo o Papa Francisco nos convida a procurar respostas para a pergunta “o que devemos fazer”. Nos leva a olhar a nossa realidade e encontrar uma atitude concreta que possamos fazer para receber melhor a Jesus, mesmo que seja uma atitude pequena, cada passo é um passo importante:

“Por exemplo: eu posso ligar para aquela pessoa sozinha, visitar aquele idoso ou aquele doente, fazer alguma coisa para servir um pobre, alguém necessitado. Ou ainda: talvez eu tenha que pedir um perdão, ou dar em perdão, uma situação a esclarecer, uma dívida a pagar. Talvez eu tenha negligenciado a oração e depois de muito tempo é hora de me aproximar ao perdão do Senhor. Encontremos alguma coisa concretoa e vamos realizá-la!”

“Que nos ajude Nossa Senhora – disse o Papa no final – em cujo ventre Deus se fez carne.”

Anterior Segunda-feira, 13/12/2021
Próximo 14/12 - São João da Cruz