Papa no Regina Coeli: O Bom Pastor conhece cada um de suas ovelhas


Papa Francisco no Regina Coeli 18/04/2021 (imagem: Vatican News)

“Jesus conhece as nossas virtudes e os nossos defeitos e está sempre pronto a cuidar de nós”

[Eduardo Honorato Paulo, 26/04/2021 – Redação CatolicaWeb] O Papa Francisco se dirigiu no último Domingo, quarto da Páscoa, aos fiéis reunidos na Praça de São Pedro, da janela do seu apartamento pontifício no Vaticano.

O Santo Padre fez sua reflexão de hoje com base no Evangelho do dia (Jo 10, 11-18), Jesus o Bom Pastor. Em sua fala, o Papa nos lembra que o Evangelho opõe a figura do Bom Pastor ao do Mercenário que não cuida de suas ovelhas porque estas não lhe pertencem:

“Jesus nos defende sempre e nos salva em tantas situações difíceis, situações perigosas, mediante a luz de sua palavra e a força de sua presença, que nós experimentamos sempre, e se quisermos escutar, todos os dias.”

Explica Francisco que Jesus não entende suas ovelhas como um grande rebanho, como uma massa, mas conhece cada uma delas individualmente. Assim é a nossa relação com Deus, íntima e pessoal:

Como é lindo e consolador saber que Jesus nos conhece um a um, que não somos anônimos para Ele, que nosso nome lhe é conhecido! Para ele não somos “massa”, “multidão”, não. Somos pessoas únicas, cada um com a própria história, nos conhece com a própria história, cada um com o próprio valor, quer enquanto criatura como redimido por Cristo. Cada um de nós pode dizer: Jesus me conhece! É verdade, é assim: Ele nos conhece como ninguém. Somente Ele sabe o que está em nosso coração, as intenções, os sentimentos mais escondidos. Jesus conhece as nossas virtudes e os nossos defeitos e está sempre pronto a cuidar de nós, a curar as feridas dos nossos erros com a abundância da sua misericórdia.

Segundo o Pontífice não apenas conhece como também ama e cuida de cada uma de maneira particular, foi esse mesmo amor que O levou a morrer na cruz, não fazendo seleção de pessoas mas abraçando a todos que aceitam o seu pastoril:

Assim, em Jesus se realiza a imagem do pastor do povo de Deus delineada pelos profetas, pois Ele “se preocupa com suas ovelhas, reúne-as, enfaixa aquela ferida, cura os enfermos”, como lemos no livro do Profeta Ezequiel. Este Bom Pastor, portanto, “defende, conhece e, sobretudo, ama suas ovelhas. Por isso dá a vida por elas”.O amor pelas suas ovelhas, isto é, por cada um de nós, leva-o a morrer na Cruz, porque esta é a vontade do Pai, que ninguém se perca. O amor de Cristo não é seletivo, abraça a todos. Ele mesmo nos recorda isso no Evangelho de hoje, quando diz: “Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco. Preciso conduzi-las também. Elas ouvirão a minha voz e haverá um só rebanho e um só pastor”.

O Santo Padre concluiu sua mensagem dominical dizendo que a Igreja tem a missão de levar adiante a missão de Jesus de cuidar e apascentar as suas ovelhas:

Estas palavras de Jesus, atestam seu desejo universal: “Ele é o pastor de todos. Jesus quer que todos possam receber o amor do Pai e encontrar Deus”: E a Igreja é chamada a levar em frente esta missão de Cristo. Além daqueles que frequentam nossas comunidades, há a maioria, tanta gente, que o fazem apenas em casos particulares ou nunca. Mas por isso não deixam de ser filhos de Deus. O Pai confia todos a Jesus Bom Pastor e por todos deu a vida. “Irmãos e irmãs: Jesus defende, conhece e ama, nós, todos. Que Maria Santíssima nos ajude a acolher e sermos os primeiros a seguir o Bom Pastor, para cooperar com alegria na sua missão.”

Anterior 26/04 - São Pascásio
Próximo 02/05/2021 – 5º Domingo da Páscoa