Você sabia? São José e a escadaria misteriosa da Capela de Loretto


A escadaria de Loretto

Escada foi construída por um carpinteiro que não se conhece sua origem ou destino, com uma engenharia e modo de construção desconhecidos e com materiais que não se sabe como foram parar ali

Teria o próprio Santo construído a misteriosa escadaria?

[Eduardo Honorato Paulo 19/03/2021, Redação CatolicaWeb] A Capela de Loretto está localizada na cidade de Santa Fé, no Estado no Novo México nos Estados Unidos. Ela foi construída em 1878 como um anexo do Convento de Nossa Senhora da Luz e foi projetada pelo arquiteto francês Antonio Mouly.

Mouly faleceu pouco antes do término da obra e isso acarretou um problema para as irmãs que administravam o convento: a capela de estilo gótico possuía logo em sua entrada um mezanino que seria utilizado para o coro durante as celebrações. Porém, com a morte do arquiteto, a escada que deveria ligar o primeiro piso ao espaço para o coral não foi construída, o que gerou um grande incômodo.

Para subir até o mezanino, as irmãs utilizavam uma escada improvisada, o que não era nada seguro. Para resolver o problema, uma escada apropriada deveria ser construída no local, mas todos os carpinteiros chamados para o trabalho diziam que era impossível construir uma escada em um espaço tão pequeno sem alterar o projeto inicial da capela, o que não era aceito pelas irmãs, gerando assim um grande impasse.

Sem conseguir resolver o problema, as religiosas decidiram realizar uma novena a São José pedindo que o padroeiro dos trabalhadores pudesse interceder pela situação. No último dia da novena, um senhor de idade já avançada bateu na porta do convento oferecendo seus serviços de carpintaria. Segundo as irmãs que o atenderam, ele portava apenas uma pequena maleta de ferramentas e montava em um burro.

Depois de ser apresentado ao local da construção, ele aceitou o trabalho exigindo apenas uma condição: deveria trabalhar em completo isolamento com as portas fechadas. Caso alguém do convento entrasse na capela para orar, ele saía e retomava o trabalho apenas quando estivesse novamente sozinho.

Após três meses de trabalho, o carpinteiro entregou a escadaria pronta agradando muito as irmãs por harmonizar com o restante da construção e também por dar a elas mais segurança durante as celebrações.

Muito agradecidas, elas combinaram com o senhor que voltasse a noite pois seria dado um jantar em comemoração à conclusão das obras e no mesmo evento ele receberia o pagamento pelos três meses de trabalho.

Neste ponto começam os mistérios: o carpinteiro não apareceu para receber seu dinheiro e jamais voltou ao convento. Inconformadas, as irmãs procuraram por ele pela cidade de Santa Fé sem sucesso. Nenhum carpinteiro da região reconhecia o senhor descrito pelas freiras e nem mesmo a madeireira mais próxima não havia recebido nenhum pedido de material para aquela construção.

Não demorou para que as irmãs do Convento de Nossa Senhora da Luz começassem a atribuir a construção da escadaria ao próprio São José que teria descido do céu pessoalmente para atender ao pedido da novena dedicada a ele, lenda esta que rapidamente se espalhou pela cidade.

Características da escada

Os mistérios envolvendo a obra não se limitam apenas ao seu construtor. A escada foi feita sem a utilização de pregos ou cola, apenas foram usados encaixes de pinos de madeira. Ela possui 33 degraus, número que foi logo associado à idade que Jesus foi crucificado. A madeira utilizada na escada foi identificada posteriormente em laboratório com sendo de um abeto (espécie de pinheiro) – a questão é que esse tipo de árvore não era encontrada em nenhuma região próxima de Santa Fé.

Porém, o que mais impressiona é o seu ponto de equilíbrio. Ela é uma escada em caracol com duas voltas completas de 360 graus e não possuí nenhum eixo central de sustentação, o que, segundo muitos especialistas, a torna fisicamente incapaz de se manter de pé. Mesmo assim, foi utilizada por anos pelas freiras sem nunca ter ocorrido nenhum problema.

A Escadaria da Capela de Loretto está fechada desde 1970. Posteriormente, grades de proteção foram adicionadas às suas laterais bem como um suporte de metal para aumentar a sua segurança.

Construída por um carpinteiro que não se conhece sua origem ou destino, com uma engenharia e modo de construção desconhecidos e com materiais que não se sabe como foram parar ali, a Escadaria da Capela de Loretto desperta a curiosidade de engenheiros e arquitetos até os dias de hoje, tendo sua história contada em livros e em diversos documentários, mas para muitos moradores da cidade não há dúvidas a respeito de se seu construtor: São José, o carpinteiro, o pai de Jesus.

Hoje a Capela está dessacralizada e se tornou um museu devido a popularidade que ganhou recebendo cerca de 250 mil turistas por ano e sendo também muito procurada para a realização de casamentos.

Anterior Novena a São José, 9º dia: Pai temente a Deus
Próximo CatolicaWeb Podcasts