Oitavo dia da Novena de Natal

Saudação

Hoje, oitavo dia da nossa novena, Deus nos mostra a grandeza nas coisas simples, seus Filho envolto em faixas deitado em uma manjedoura.

Peçamos a Deus a capacidade de ver a beleza de sua criação na simplicidade do amor. Iniciemos nosso encontro em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Todos: Amém!

Canto de acolhida

Reflexão: Deus nos ama e Ele demonstra através da manjedoura, que o amor, é simples e leve, que não precisa de riquezas para ser vivido,  sentido e transmitido.

Evangelho

Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 2 (7-20).

E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria.

Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite. Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor.

O anjo disse-lhes: “Não temais, eis que vos anuncio uma Boa-Nova que será alegria para todo o povo: hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura”.

E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: “Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência divina.”

Depois que os anjos os dei­xaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns com os outros: “Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou”.

Foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura. Vendo-o, contaram o que se lhes havia dito a respeito deste menino. Todos os que os ouviam admi­ravam-se das coisas que lhes contavam os pastores.

Maria conservava todas essas palavras, meditando-as no seu coração.

Voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, e que estava de acordo com o que lhes fora dito.

Preces

– Peçamos por todos aqueles, que como a Sagrada Família, não tem um local seguro para se abrigar, que consigam encontrar;

– Peçamos a Deus que não sejamos indiferentes ao mais necessitados;

– Peçamos a Deus a capacidade da partilha e fraternidade.

Bênção

Senhor nosso Deus, abençoe a todos que colocam seus dons a serviço da fraternidade, que eles possam na simplicidade do amor, seguir em frente e as nossas famílias para que possam viver também, a simplicidade deste amor.

Pai-nosso… Ave-Maria… Glória-ao-Pai…

Estivemos reunidos e sempre estaremos, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Todos: Amém.

Bendigamos ao Senhor!

Todos: Demos graças a Deus!

Sugestão de canto

Oh Vem, Emanuel https://www.youtube.com/watch?v=qODD3yC263U

Anterior 23/12 - São João Câncio
Próximo Campanha da Fraternidade 2021