“Fica Senhor Comigo” conta com a participação de Flávia Dornellas

[Assessoria: ONErpm Gospel | Texto: Agência Petra] Influenciado pela arte da cantora e compositora Celina Borges, que é um dos nomes de maior expressão dentro da música católica no Brasil, o cantor Leo Mantovani prepara uma série de três singles que são releituras de sucesso de Celina. A primeira faixa lança nesta sexta-feira (13/08) em todas as plataformas digitais.

Envolvido com a música desde os oito anos de idade, Mantovani apresenta a versão acústica de Fica Senhor Comigo, em dueto com Flávia Dornellas. Inspirada na oração de São Padre Pio, foi lançada originalmente no álbum Diamante Lapidado, lançado por Celina em 2003.

– Essa música é uma oração que reconhece nossa dependência da presença de Deus todos os dias para que assim possamos amá-lo cada vez mais – declara Leo Mantovani.

Léo Mantovani (imagem: ONErpm)
Léo Mantovani (imagem: ONErpm)

Ouça agora “Fica Senhor, comigo”

Sobre o dueto com Flávia Dornellas, o artista explica que o convite tem um motivo especial. Fica Senhor Comigo, que também terá uma versão em videoclipe, é o quinto single em que Leo e Flávia cantam juntos. Os dois já fizeram duetos em Senhor, Tende Piedade de Nós/Na Água e no Espírito, Deus do Universo (Santo), Glória, Glória a Deus e Aleluia (Piano e Voz)

– Flávia estava no início do luto pela morte da mãe, que faleceu em decorrência de uma doença degenerativa, contra a qual lutava já por muitos anos, justamente pouco tempo depois do nascimento de sua primeira filhinha, Helena. Eu moro no sul da Bahia e Flávia no ES, mesmo assim, conversava muito com ela e buscava dar força para superar esse momento tão difícil. Em minhas orações pessoais, principalmente quando pensava na Flávia, essa canção da Celina Borges vinha sempre ao meu coração. Partilhei isso com ela e, tempos depois, decidi convidá-la para gravar um cover dessa música, até mesmo para que ela pudesse se envolver em algo que lhe trouxesse alegria, pois além de ser extremamente talentosa, Flávia ama cantar para Deus. Era para ser simplesmente um cover para o YouTube, mas ao longo do caminho Deus foi nos inspirando e permitindo que, a partir desse primeiro passo, prestássemos uma homenagem a uma pessoa que admiramos e temos como referência na nossa caminhada ministerial.

A relação dos dois artistas com Celina Borges não se restringe apenas à regravação. Em 2019, Flávia e Celina tiveram a oportunidade de se conhecerem pessoalmente quando convidei para participarem do projeto Piano & Vozes 2: Canções Litúrgicas, lançado por Leo Mantovani em 2020. 

Léo Mantovani e Flávia Dornellas (imagem: ONErpm)

– Espero, sobretudo, que as pessoas possam conversar com Deus através dessas canções e também honrar, na pessoa da Celina Borges, aqueles que abriram tantos caminhos para nós na música católica, que nos precederam e que nos abraçaram como pais e mães espirituais, nos formando, nos incentivando e nos permitindo seguir com eles. E quem sabe, futuramente, poder regravar canções de outros artistas que tanto nos inspiram.

Anterior Quinta-feira, 12/08/2021
Próximo 13/08 - Santa Dulce dos Pobres